TIM ArtEducAção

O TIM ArtEducAção é um programa que, desde 2001, oferece oficinas artísticas a aproximadamente cinco mil crianças e adolescentes da rede pública de ensino por ano, em 12 cidades mineiras, com o objetivo principal de fortalecer a integração da arte, da cultura, da educação e da ação social.

A ideia do programa surgiu em 1993, quando o diretor de teatro, produtor cultural e ex-professor de matemática, Marcelo Andrade, era secretário de Cultura de Viçosa. Em sua gestão, foi criado na cidade o Centro Experimental de Artes para oferecer aos alunos das escolas públicas oficinas artísticas nas linguagens de teatro, dança, artes plásticas, literatura e música que aliavam o poder transformador da arte à educação.

O resultado foi positivo e o programa passou a impactar políticas públicas. Em 2001, a TIM resolveu apoiar a iniciativa por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais e assim, profissionais da cultura do interior do estado passaram a adotar a metodologia desenvolvida em Viçosa e as oficinas se espalharam para todo o estado.

Hoje, as cidades de Araxá, Barbacena, Governador Valadares, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Poços de Caldas, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Varginha e Viçosa são atendidas pelas oficinas artísticas em várias modalidades como: circo, teatro, dança (balé, contemporânea e de rua), música (formação de orquestra, violão e canto coral), contação de história, capoeira, artes plásticas, artes visuais e arte digital. Além disso, o programa foi implantado em duas outras cidades mineiras que deram continuidade ao projeto com patrocinadores locais, e também já esteve presente em 16 municípios da Bahia e dois do Sergipe. Ao todo, mais de 55.000 crianças e adolescentes da rede pública ensino que muitas vezes vivem em situações de conflito pessoal e social já foram atendidas pela iniciativa.

Ao final de cada ano, são realizadas nas cidades atendidas pelo programa as Mostras Artísticas que reúnem o trabalho desenvolvido pelos alunos e professores, conhecidos como arte-educadores, de todas as oficinas artísticas. O evento já faz parte do calendário cultural dos municípios e premia todo o esforço dedicado às atividades. No palco, os jovens vivenciam a experiência singular de fazer parte de um espetáculo.

Além de valorizar e fomentar as expressões artísticas locais, estimular o aprendizado e a autoestima, promover a socialização o programa também gera oportunidades de trabalho. Cerca de 80 empregos diretos são gerados anualmente pelo TIM ArtEducAção. A preocupação com a inovação e com a capacitação também sempre esteve presente no programa. Todo ano é realizado um workshop anual para todos os articuladores (gestores que fazem a ponte entre o programa, a Prefeitura e a comunidade local)  e para os arte-educadores. No workshop, todos têm a oportunidade de aprender com os melhores profissionais das áreas de figurino, cenografia, produção e maquiagem e aprimorar o conhecimento na sua área específica.

O TIM ArtEducAçaõ é coordenado pela ONG Humanizarte e patrocinado pela empresa TIM por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. O programa, que promove a integração entre os setores público e privado é desenvolvido por meio de parcerias com as Prefeituras dos municípios atendidos através das Secretarias de Cultura e Educação.

Clique aqui para saber mais informações sobre o projeto

Conheça o Blog das Oficinas de Arte Digital.
http://artedigitaltim.wordpress.com/